Sessão R.I.P | Erick Varela

Sessão R.I.P é mais que uma série, é uma forma de agradecer e dizer adeus aos nossos amados SSM que por mais de 2 anos aguentaram fortemente as sessões mais pesadas na rua. Erick também não vê a hora de colocar seus novos SSM no pé, agora é certeza que estarão no estoque da Vanguarda na segunda quinzena de Julho, enfim! Mas vamos continuar aqui a se despedir dos velhos companheiros!

Sessão R.I.P - Set-Up ErickErick Varela também foi um dos primeiros patinadores a usar os SSM no Brasil, antes mesmo de fazer parte da Vanguarda, foi assim que surpreendeu a todos nós com os vídeos da C4*. Apesar de não ter mostrado muito a cara nos últimos tempos (ainda se recuperando do explosivo vídeo de apresentação na Vanguarda), não poderia deixar de participar e honrar seu SSM com uma despedida à altura das anteriores. Sua parte para série RIP – Rest In Peace (Descanse em Paz) foi onde mais se divertiu com seus companheiros de sessão, escolheu os canos clássicos da capital para colocar pra baixo mais uma vez em uma única sessão de pura destruição!

SSM do Erick: ✡ Fevereiro de 2013 – † Junho de 2015
.

Mais posts com os outros vídeos da Sessão RIP clicando aqui. Os novos patins da SSM já saíram da fábrica e em julho estarão na loja on-line, vale esperar!

SSM | Em todos os sentidos,

Vanguarda!

Vanguarda | Na Pista

Esse post encerra as comemorações de um ano de Vanguarda e também dá abertura para uma nova fase. Mas antes disso, já estava na hora de apresentar uma verdade inegável, afinal, mesmo depois de tanto nos afirmarmos como patinadores de rua (onde de fato acreditamos estar a essência do patins street), temos de confessar que nos amarramos em uma sessão ‘Na Pista!’

A primeira mini tour pré Vanguarda terminou com todos os membros em uma cansada sessão em São Bernardo ‘Campon’, a segunda-feira ensolarada engana a temperatura e os ânimos escodem o cansaço depois de quatro dias de sessão seguidos na rua, filmando e fotografando para o lançamento da marca. Esse vídeo também foi filmado pelos amigos Felipe Zamba e Kaia Malaghini em 2013 e ficou guardadinho esse tempo todo esperando o momento certo de ser lançado. (Assim como esse Fastslide ‘Grebadinho’ do Erick, também por Felipe Zamba)

Erick - Fast - Na Pista

‘Na Pista’ é uma nova série com os membros da Vanguarda fazendo o que muitos patinadores fazem em todas as sessões: escolher um pico, amigos, patinar sem se preocupar em produzir e sem ‘mindgames’ para vencer. É simplesmente deixar fluir e repetir, ou não, as mesmas manobras de sempre, com um sorriso no rosto e a satisfação de estar fazendo o que mais gosta. Apesar de gostar muito da rua, aprendemos a respeitar e gostar muito das sessões cotidianas que acontecem em pistas e picos espalhados por ai, sem restrição mas com muita diversão!

Em todos os sentidos,

Vanguarda

Making of | Fotografia | Felipe Zambardino

Esse post-homenagem marca as comemorações do primeiro ano da Vanguarda. O vídeo ‘making of’ que apresentamos pela primeira vez agora, foi filmado há mais de um ano e meio atrás, e mesmo depois de tanto tempo, ainda não temos palavras para agradecer a parceria do casal mais emblemático do Patins Street nacional: Felipe Zambardino e Kaia Malaghini foram também os responsáveis por várias imagens e fotos que postamos nesse meio tempo. E ainda vão assinar pelas cenas do nosso próximo vídeo, o primeiro da série ‘Na Pista’, que sairá muito em breve, aguardem.

Mad e Zamba patinam juntos desde os anos 90, convivem e respiram a mesma cultura, mas só depois de muitos ‘cliques’ e ‘recs’ na camaradagem, conseguiram fechar uma parceria mais profissional. Contudo, muito além de um trabalho, a amizade continua sendo o fio condutor para dar certo. Desde o primeiro encontro com os membros da Vanguarda, o paizão Zamba praticamente adotou-os e tem os recebido em casa de braços abertos e com sorriso no rosto, sempre que pode. Na última visita, fez questão de fotografar e tratar esses três retratos: Lucas, Mad e Jimmy, respeitando todos os pontos da nossa identidade visual, para assiná-los com orgulho, do início ao fim.

Mas esse post é mais do que um agradecimento, gostaríamos mesmo de chamar a atenção para o excelente trabalho que Zamba tem feito para cena, afinal, em pouco tempo ele se consolidou como um dos principais fotógrafos do Patins Street. Isso não pode passar desapercebido em uma cultura que busca se consolidar, são esses ‘instantes fixados’ que vão dizer para os patinadores das próximas gerações quem fomos e o que fizemos. Tomando por base uma frase do pai do fotojornalismo, podemos dizer que o que o Zamba tem feito, para além de arte, é não deixar que o Patins Street desapareça na história.

 “De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-las voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória.”

– Henri Cartier-Bresson

A Vanguarda se orgulha de, nesse primeiro ano de história, ter conseguido deixar tão verdadeiros e belos ‘instantes’ nas lentes desse patinador e fotógrafo, que por excelência se tornou uma referência e um dos mais respeitados membros de nossa cultura… Obrigado Zamba!

Em todos os sentidos,

Vanguarda.

Erick Varela | Membro

Estamos muito felizes em apresentar um dos Streeteiros mais precoces que já vimos em todos esses anos em terras Tupiniquins! Erick Varela agora é Membro da Vanguarda!

Pouco se sabe sobre esse garoto de apenas 19 anos vindo de Brasília e tantas outras cidades, mas o pouco que se sabe basta para gerar admiração e muito respeito. Parte integrante da C4, tem ajudado a cena de Brasília com eventos e vídeos dos locais. Sem perder o foco, Erick tem uma disciplina impressionante para fazer o que mais gosta: sua vida se divide entre os dias que pedala, estuda, namora e os fins de semana na missão do próximo pico; parece ter prazer em se destruir e nem adianta chamá-lo para uma sessãozinha de leve, gosta mesmo é da RUA. Toda essa disposição e habilidade não passaria batido por muito tempo, logo fechou a parceria e amizade com Giacomo Catoni e todo projeto Walk Brand!

Anuncio

Após sua primeira passagem por Sampa, foi convidado a fazer parte da Vanguarda e desde então tornou-se um membro no mais amplo sentido. Fonte de sinceras opiniões e com uma personalidade formada, vai muito além de patinar e produzir. E falando em patinar, não temos palavras para descrever seu vídeo de apresentação, vamos deixar que vocês também se surpreendam!

Tem também o perfil completo do Erick aqui no site da Vanguarda! E não deixe de ver todo material da C4: www.facebook.com/C4Inline e da Walk: www.facebook.com/MarcaWalk

. Vanguarda | Em todos os sentidos!

Festa de Lançamento!

Em novembro de 2012 começamos a buscar algo mais que um nome, para o que é algo mais que uma loja on-line. Vanguarda é o termo tradicionalmente usado para quem está à frente de seu tempo, para quem busca romper com o tradicional e apresentar o novo para toda uma cultura. O punho erguido é um símbolo de resistência e de luta. Vamos exatamente nesse sentido, a começar pela festa de lançamento.

Depois de tanto trabalho, não poderíamos deixar de comemorar com os amigos mais próximos e todos os parceiros envolvidos. Na festa apresentamos os membros e mostramos em primeira mão a essência de cada um em forma de vídeo (montagem). Nada melhor que um típico Snooker Bar regado ao som de clássicos do rock, blues e jazz, para a merecida descontração e para ‘bebemorar’ a chegada, literalmente!

Confiram as fotos da querida amiga Carol Macedo, e se precisarem de algo do tipo entrem em contato – (11) 98418-4479 – carolina_macedo@live.com

Em todos os sentidos!

Vanguarda | Em todos os sentidos!

Um pulso fechado erguido em sinal de luta pela consolidação de uma cultura nova, porém crescente, que definiu a rua como seu local de afirmação. Trabalhamos somente com a modalidade que faz nossos corações pulsarem, somos uma loja de Patins Street e mesmo que isso nos coloque em oposição às tendências do mercado, vamos sempre nos mover nessa direção. Trabalhar e patinar para ir além, criar e recriar constantemente, queremos expandir esse mercado, romper com o tradicional e apresentar o não convencional. Mais do que o ciclo básico de comprar e vender, ser referência é também nossa vontade; ir ao encontro de tudo que compõe nossa cultura: arte, cinema, música, a rua.

Escolhemos as marcas que distribuímos pelo seu posicionamento, com base no que elas representam e oferecem para o fortalecimento do Patins Street no Brasil e no mundo. O que vai muito além de especialização e produtos tecnologicamente desenvolvidos, pois a qualidade de cada marca é uma consequência lógica de sua formação e desenvolvimento. Não é mais uma questão simplesmente técnica, esse patamar de preocupação já foi superado no decorrer da nossa história. A evolução dos produtos é apenas uma parte de um movimento muito maior de afirmação cultural, do qual buscaremos sempre fazer parte.

Não somos atletas representando um esporte. Vivemos outra cultura, na qual treinos e competições não têm tanta importância, mas respeitamos quem compete por vontade de vencer os seus próprios limites. Surgimos com a rebeldia do posicionamento na contracultura do ‘esporte’ e a coragem de nos colocarmos como referência para quem acredita em outros caminhos. Vivemos a cada minuto nossas escolhas, vivemos o Patins Street!

Em todos os Sentidos.

Vanguarda!