Making of | Fotografia | Felipe Zambardino

Esse post-homenagem marca as comemorações do primeiro ano da Vanguarda. O vídeo ‘making of’ que apresentamos pela primeira vez agora, foi filmado há mais de um ano e meio atrás, e mesmo depois de tanto tempo, ainda não temos palavras para agradecer a parceria do casal mais emblemático do Patins Street nacional: Felipe Zambardino e Kaia Malaghini foram também os responsáveis por várias imagens e fotos que postamos nesse meio tempo. E ainda vão assinar pelas cenas do nosso próximo vídeo, o primeiro da série ‘Na Pista’, que sairá muito em breve, aguardem.

Mad e Zamba patinam juntos desde os anos 90, convivem e respiram a mesma cultura, mas só depois de muitos ‘cliques’ e ‘recs’ na camaradagem, conseguiram fechar uma parceria mais profissional. Contudo, muito além de um trabalho, a amizade continua sendo o fio condutor para dar certo. Desde o primeiro encontro com os membros da Vanguarda, o paizão Zamba praticamente adotou-os e tem os recebido em casa de braços abertos e com sorriso no rosto, sempre que pode. Na última visita, fez questão de fotografar e tratar esses três retratos: Lucas, Mad e Jimmy, respeitando todos os pontos da nossa identidade visual, para assiná-los com orgulho, do início ao fim.

Mas esse post é mais do que um agradecimento, gostaríamos mesmo de chamar a atenção para o excelente trabalho que Zamba tem feito para cena, afinal, em pouco tempo ele se consolidou como um dos principais fotógrafos do Patins Street. Isso não pode passar desapercebido em uma cultura que busca se consolidar, são esses ‘instantes fixados’ que vão dizer para os patinadores das próximas gerações quem fomos e o que fizemos. Tomando por base uma frase do pai do fotojornalismo, podemos dizer que o que o Zamba tem feito, para além de arte, é não deixar que o Patins Street desapareça na história.

 “De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-las voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória.”

– Henri Cartier-Bresson

A Vanguarda se orgulha de, nesse primeiro ano de história, ter conseguido deixar tão verdadeiros e belos ‘instantes’ nas lentes desse patinador e fotógrafo, que por excelência se tornou uma referência e um dos mais respeitados membros de nossa cultura… Obrigado Zamba!

Em todos os sentidos,

Vanguarda.

Um ano de Vanguarda

Foram 12 meses, 365 dias, 8760 horas… acreditando! A Vanguarda é uma loja de Patins Street e tem trabalhado e pensado com muito carinho para elevar nossa comunidade. Sempre confiamos nessa cultura, para nós sempre foi muito mais que um simples mercado, é nossa vida! Os passos foram dados conforme as pernas, ainda curtas, mas firmes. Percorremos um longo caminho para apresentar cada novo trabalho, cada vídeo publicado, cada foto postada, cada texto escrito. Os resultados? São muitos e cotidianos, é uma cultura que além de crescente se fortalece a cada novo membro. E para eles temos um recado: sejam bem-vindos e saibam que temos muito mais a oferecer, somos um grupo social, somos uma família, somos Patinadores de Street e continuaremos caminhando sempre à frente…

Em todos os sentidos,

Vanguarda!